24 de agosto de 2013

Presidente da Microsoft aposenta em 12 meses

A Microsoft anunciou na última sexta-feira que Steve Ballmer, seu presidente-executivo, vai se aposentar nos próximos 12 meses.


Ballmer, 57 anos, é um amigo próximo e confidente do co-fundador Bill Gates desde o início da empresa. Ele se tornou CEO da Microsoft em janeiro de 2000.

A aposentadoria de Ballmer (foto abaixo) acontecerá assim que a companhia completar o processo de escolha de seu sucessor.

Steve Ballmer durante apresentação do Windows Phone 8 ao mundo
em evento realizado em São Francisco (Califórnia, EUA) em outubro de 2012.

Ballmer disse em um comunicado que teria programado sua aposentadoria no meio da anunciada transformação da Microsoft para uma empresa de dispositivos e serviços. Mas ele disse: "Precisamos de um presidente que estará aqui no longo prazo para esta nova direção."

A empresa de software disse que seu conselho indicou um comitê especial para direcionar o processo de escolha do novo presidente-executivo.

O comitê é liderado por John Thompson (foto ao lado), diretor independente, e inclui o fundador e presidente do conselho da empresa, Bill Gates, assim como outros membros do conselho como Chuck Noski e Steve Luczo.

Não há possíveis candidatos para suceder Ballmer na empresa que só teve dois presidentes em sua história de 38 anos. Muitos executivos promissores saíram ou foram dispensados por Ballmer, que já tinha indicado que pretendia ficar pelo menos até 2017.

A recente reorganização visa remodelar a Microsoft - que sempre foi fornecedora de software empacotado (ou de prateleira) - em uma empresa focada em dispositivos e serviços, basicamente imitando a Apple. A maioria dos observadores da indústria sentiu que isso é um pouco tarde demais.

 Steve Ballmer ao lado de seu amigo Bill Gates em novembro de 2012. 

A empresa vai considerar candidatos internos e externos e está trabalhando com a companhia de recrutamento de executivos Heidrick & Struggles International.

O anúncio da aposentadoria de Ballmer fez as ações da empresa subirem em quase 7% para U$ 34,64 na Bolsa Nasdaq na sexta.

Referências: Reuters (Brasil e Estados Unidos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário